Misses

Entrevista Mrs. Portugal 2019 – Jornal

Foi um presente de Natal antecipado? 

Sem dúvida que foi um presente antecipado e foi o melhor presente que me poderiam dar. Porque será algo que ficará para sempre.

Para que possamos perceber, como é que a Catarina é Açoreana e vem ganhar um concurso de beleza em Viseu? Como surge a oportunidade? 

Sim sou natural dos Açores, vim para Coimbra tirar a minha licenciatura e no seguimento do estagio vim para Viseu durante um mês e foi uma cidade que me cativou logo do inicio, para além de que amor da minha vida e grandes amigas minhas são de cá da cidade. No entanto terminei o curso e ainda fui um ano para os Açores onde estive a trabalhar, mas tinha deixado uma parte de mim em Viseu, então tive que lutar para poder construir a minha vida pessoal e consegui arranjar trabalho na cidade e abracei essa aventura que me faz agora uma residente de Viseu e com muito orgulho. Depois pelo incentivo do Nuno Peixoto do Grupo Peixoto, decidi inscrever-me no Miss Viseu, pois a área da moda e desfiles, é algo que adoro e que de certo modo faz parte de mim, pois desde pequena que treino à frente do espelho, e assistia a programas de moda. E ganhar o Miss Viseu, foi tornar um sonho em realidade e representar Viseu, é um orgulho, pois é uma cidade que me diz muito e agora é minha Cidade.

Quem lhe dá a maior motivação para continuar, com garra e determinação, neste percurso?

Claro que a minha família é essencial, o meu companheiro, os meus amigos, a minha Agencia, Grupo Peixoto, são pessoas que me motivam imenso que me ajudam a ter confiança que puxam por mim. Mas ter apoio de todas as pessoas que estão ao meu redor, mesmo aquelas que não me conhecem , dizerem “Tu vais ganhar” ou “Tu consegues” é muito motivador e gratificante.

Como estamos nesta época, Qual é o significado do natal para si?

Para mim o Natal significa família, por isso para mim é super importante  estar com a minha família, estarmos todos juntos e criar momentos. Pois a vida passa demasiado rápida e se não aproveitarmos esses momentos arrependemo-nos.

 

Qual foi o presente de Natal que mais gostou de receber,  quando era criança?

Um presente em especifico não tenho, pois tanto eu como a minha irmã nunca fomos de pedir muito, e ficávamos felizes por qualquer coisa que nos dessem. O que gostávamos mesmo era de ouvir o “sininho” do Pai Natal, pois aí sabíamos que ele estava em nossa casa a deixar as nossas “prendinhas”.

 

O que faz parte da sua tradicional ceia de natal?

O camarão e o Bacalhau não pode faltar, no entanto não gosto de bacalhau e então fazem sempre um prato especial para mim, o lombo assado com batata-doce, minha avó adora cozinhar então temos uma mesa sempre muito bem recheada. E ter os meus sobrinhos pequenos torna a noite mágica, pois “obriga-nos” a criar o ambiente para a chegada do Pai-Natal. É uma noite muito feliz.

 

 Se tivesse o poder de cuidar do nosso País por um ano. Quais seriam os seus raios de  acção e porque?

Infelizmente acho que precisava mais do que um ano para poder fazer algo “visível”, mas claro que com trabalho e dedicação conseguiria construir algo. Na minha opinião pequenos gestos façam grandes ações. A base de tudo está na Educação, é fundamental ensinar as crianças a cuidar do nosso planeta, nomeadamente a reciclar, a não deitar lixo para o chão. Campanhas de sensibilização, organizar grupos para limpar praias, florestas, criar mais pontos com ecopontos, fornecer a todos os residentes caixote de lixo de reciclagem, assim não haveria desculpas para não reciclar. Criar alternativas ao plásticos, e felizmente isso já estamos atuar nesse sentido, os uso de sacos de pano, as garrafas reutilizáveis. Devido ao nosso País ser muito afetado pelos incêndios, é importante investir no plantio de arvores, criar grupo para isso, e claro tenho sempre em conta as espécies mais recomendadas para o determinado solo que será reflorestado, bem como, a identificação do clima e altitude. Mas se cada um de nós pensar nos seus atos e corrigir algo que está a fazer de forma incorreta, acredita que já estaremos a fazer a diferença, pois somos uma Comunidade e cada um de nós tem um papel importante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close