Participantes

Miss Viseu Apoia StopIdadismo

E porque a nossa organização e o nosso evento tem como principal objetivo apoiar de forma consciente e ativa todos os movimentos em que acreditamos, não podíamos ficar de fora e decidimos aceitar o convite que nos foi feito para ajudar este movimento a crescer e a ter expressão no território nacional. Também tu podes juntar-te a esta causa…sabe mais no site do movimento em https://stopidadismo.pt

O que é idadismo e por que é um tema importante?

O idadismo está presente na nossa maneira de pensar, sentir e atuar em relação com os demais e connosco em função da idade, sejamos ou não conscientes disso.
Está em todas as partes: nas nossas instituições, nas nossas relações, em nós mesmos. Cada cultura tem atitudes diferentes em relação à idade e ao envelhecimento, mas nenhuma está isenta de preconceitos em relação à idade.
Hoje sabemos que metade da população mundial é idadista contra as pessoas idosas. O preconceito em relação à idade prejudica-nos individual e coletivamente, uma vez que afeta a saúde e o bem-estar e custa biliões de dólares à sociedade.
Felizmente, pode ser combatido, mas é preciso agir coletivamente para aumentar a conscientização sobre o problema e encontrar soluções.
É esse o objetivo do movimento #stopidadismo.
É hora de dizer não ao idadismo!
Criaremos, entre todos, um mundo para todas as idades.

 

Porque devemos falar sobre idadismo?

O diálogo é uma maneira muito eficaz de nos comprometermos com as coisas que nos importam. Um diálogo permanente e aberto pode ajudar-nos a reconhecer os mitos e estereótipos que todos nós interiorizamos ao longo da vida, os casos de idadismo e a entender que acabar com a discriminação requer uma ação coletiva.
O primeiro passo para viver saudavelmente em qualquer idade e para que as comunidades possam aproveitar o potencial de todos os seus membros é questionar as suposições e as atitudes.
O diálogo também promove o tipo de transformações pessoais e as políticas necessárias para criar um mundo que inclui todos as idades.

 

Transcrito de: www.stopidadismo.pt

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close